Após a conclusão da Saga Skywalker com Star Wars: Episódio IX, muitos fãs vêm perguntando o que o futuro reserva para a franquia. Pois bem, Bob Iger, presidente e diretor executivo da Walt Disney, nos concedeu a resposta. Segundo, O IndieWire, a companhia garantiu aos investidores que "a prioridade nos próximos anos é a televisão". Ao passo que O Mandaloriano foi positivamente recebido pelo público, era de se esperar que a empresa investisse em mais projetos do tipo. No entanto, não deixa de ser estranho imaginar os próximos anos sem lançamentos de filmes de Guerra na Estrelas.

Embora o roteirista Ryan Johnson tenha sido contratado para criar uma nova trilogia para a série, ele ainda nem começou a trabalhar. Sendo assim, os fãs terão de ter paciência com a Lucasfilm. Aliás, falando na produtora, vale lembrar que o próprio Kevin Feige está desenvolvendo um projeto com a mesma. Todavia, a falta de uma previsão ou cronograma só reforça que pode levar anos para que Star Wars retorne à grande tela. Ademais, antes do lançamento de A Ascensão Skywalker, Iger alertou que o estúdio "faria um hiato em termos de lançamentos cinematográficos".

Publicidade
continue a leitura

Embora seja uma notícia meio decepcionante para os fãs, eles não ficarão totalmente desamparados. Como resultado da grande aposta da Disney em seu serviço de streaming, poderemos contar com mais produções live-action do universo Star Wars. Apesar de não ser uma experiência tão imersiva e coletiva quanto as tradicionais pré-estreias de dezembro, os espectadores continuarão muito bem servidos. Contudo, por que será que a Casa do rato decidiu trocar a franquia de plataforma?

Por que Star Wars migrou do cinema para a TV?

Publicidade
continue a leitura

Assim como dissemos acima, O Mandaloriano foi um sucesso. Em contrapartida, não podemos afirmar o mesmo sobre os últimos três filmes da franquia. Ao contrário da série estrelada por Pedro Pascal e pelo Baby Yoda, Os Últimos Jedi, Solo e A Ascensão Skywalker dividiram críticas e público. Sendo assim, diante das controvérsias com as quais não estava acostumada, a Lucasfilm achou melhor dar um tempo. Enquanto a produtora pensa melhor no que pode trazer para o cinema, Iger vem anunciando a segunda temporada do seriado. De acordo com o executivo, o programa criado por Jon Favreau terá sua segunda leva de episódios em outubro. Além disso, Iger brincou com a possibilidade de O Mandaloriano originar outras séries. Portanto, a Disney pode estar utilizando a produção de Favreau como pontapé inicial para um universo atualizado.

Publicidade
continue a leitura

Aliás, já existem séries centradas em Cassian Andor e Obi-Wan Kenobi sendo desenvolvidas. Enquanto a primeira apresenta o soldado rebelde interpretado por Diego Luna em Rogue One; a segunda se trata do retorno de Ewan McGregor ao papel do Mestre Jedi. E então, animado para alguma dessas produções?

Publicado em: 07/02/20 09h13