O nosso planeta tem a idade geológica de aproximadamente 4,5 e 5 bilhões de anos. A ciência que se dedica ao estudo da terra divide essa idade em eras, épocas, períodos, idades e fases. No inicio de tudo, a Terra apresentava sobre sua superfície um material derretido e quente, tendo sua maior parte formada por ferro, níquel e outros metais. Eles foram se concentrando em seu núcleo com o passar do tempo. Há aproximadamente 3,9 bilhões de anos, o resfriamento permitiu a solidificação das rochas, assim deu origem a uma camada sólida externa sobre a superfície terrestre. Essa é a crosta.

Até o início do século 20, os cientistas afirmavam que desde a solidificação terrestre, os continentes estiveram sempre na mesma posição em que estão até hoje. No entanto, existem evidências científicas mostrando que isso não é verdade. Após anos de estudo, o meteorologista alemão Alfred L. Wegener lançou uma hipótese diferente. Ele afirmou que no passado, os continentes formavam um único bloco. Ele denominou o nome de “PANGEIA”, um só imenso bloco no oceano, Pentalassa.

Publicidade
continue a leitura

Em virtude das forças internas da Terra, a Pangeia teria se dividido, dando origem às grandes massas continentais: Gondwana e Laurásia. Gondwana ao sul, abrangeria as áreas que hoje são: América do Sul, Índia, África, Nova Zelândia, Austrália, Antártida, Madagascar e Sri Lanka. Laurásia, ao norte, incluiria: América do Norte, Groelândia, Ásia e Europa. No período Cretáceo (136 a 65 milhões de anos atrás), a pangeia teria se dividido em diversas partes, inclusive tendo se deslocado até virar o que virou hoje. Essa é a denominada, por Wegender, hipótese da Deriva Continental. Você já se perguntou como seria o mundo, hoje em dia, se não tivesse se dividido?

Trouxemos um modelo, com os nomes atuais dos países para mostrar como seria a pangeia se fosse nos dias atuais. Confiram conosco:

Publicidade
continue a leitura

Pangeia nos dias atuais

Publicidade
continue a leitura

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Publicado em: 01/03/18 15h09