A ufologia como um termo técnico, é pouco conhecida, mas basta mencionar a palavra OVNI que já vem na cabeça os extraterrestres, discos voadores e coisas sobrenaturais do tipo. De fato, a ufologia estuda tudo isso.

OVNI (objeto voador não identificado) é nada mais que a tradução para o termo UFO (unidentified flying object). É algo visto pela sociedade com olhos tortos, talvez por culpa de alguns filmes de ficção científica, que retratam estudiosos dessa área com estereótipos de cientistas malucos, ou mesmo pela falta de provas concretas da existência de vidas em outros planetas.

Publicidade
continue a leitura

O fato é que para algumas pessoas a ufologia é algo sério e é objeto de estudos intensos. Um dos maiores desafios de um ufólogo é desmistificar os boatos que rondam o tema, e para isso é preciso fazer análises criteriosas sobre os acontecimentos, sem se deixar persuadir por quem retrata os fatos. É preciso comprovar tudo.

Publicidade
continue a leitura

Ainda não existem cursos superiores especificamente para esse ramo, embora apareçam cursos por aí de vez em quando, não é nada que vá transformar alguém em um ufólogo profissional e que dê alguma certificação por isso. Para ingressar nesse ramo, a paixão pelo assunto já conta muitos pontos. Além disso, é necessário “apenas” ser maior de 18 anos, ter uma boa bagagem cultural de conhecimentos científicos - astronomia e física por exemplo, ler muitos livros sobre o assunto, ir a eventos que abordam o tema, e também é essencial ter um bom arsenal de equipamentos de observação astronômica.

Publicidade
continue a leitura

Se você tem tudo isso e se identifica com o assunto, o próximo passo é entrar em contato com alguma organização de pesquisa ufológica e entrar de vez nesse vasto mundo!

Publicado em: 09/06/17 14h20